Dinheiro x Espiritualidade

Existe uma crença de que dinheiro é uma coisa suja e não é espiritual.
Temos medo do dinheiro. 
Queremos associar batalha e sacrifício a espiritualidade.

E são essas crenças que criam um escudo para nossa abundância. 
Enquanto nos martirizamos na esperança de nos sentir merecedores.

Pensa nisso. 
Como nos sentimos presos. 
Como o dinheiro nos permite ajudar mais gente, nos permite mais liberdade, mais paz. 
O dinheiro nos permite ser abundante em todos os níveis. 
Já percebeu que a jornada para conseguir se desfazer dessas crenças limitantes e conseguir aceitar essa abundância no nível financeiro é extremamente espiritual?

Dinheiro é energia. 
E muitas vezes bloqueamos isso, estamos escolhendo bloquear essa energia. 
Impedindo de fluir e energia precisa fluir. 
Nós somos energia.

Você pode dizer que dinheiro não traz felicidade, e que é errado querer mais dinheiro e tem coisas muito mais importantes. 
Mas percebe que se você sente e dá mesmo valor para essas coisas mais importantes, como o bem estar do seu corpo, sua mente, seu espírito e mesmo assim se sente limitada, sem poder fazer as coisas que gostaria de estar fazendo, ou sendo o que gostaria de ser, ou ter o que gostaria de ter… então tem algo em desequilíbrio.

Enquanto reprimirmos pensamentos e desejos de nos libertar e a liberdade financeira faz parte disso, vamos continuar presos.

Estamos ignorando uma parte essencial de nós mesmos. 
Todas as pessoas na terra, nasceram merecedoras, todas tem o direito de pedir e receber, é lei, é seu. Ou estamos bloqueando isso ou aceitando isso. Não dá para fazer os dois ao mesmo tempo.

Percebe que as pessoas que julgam e reprimem dinheiro, ou julgam quem fala de dinheiro, geralmente não estão bem, tem algo faltando, se não não estariam julgando, reprimindo… e sim estariam felizes, em paz, harmonia, sentindo compaixão e respeito.

Riqueza significa coisas diferentes para pessoas diferentes.

Para uma pessoa isso pode significar ter um lugar pra morar, colher o que plantou, ter o suficiente para manter esse estilo de vida simples. Essa pessoa se sente rica e abundante, pode plantar o que quiser, tem agua da nascente ( abundância) vive em contato com a natureza e se sente em paz, feliz e satisfeita. 
Mas se uma pessoa nessa mesma situação sentir vontade de viajar, conhecer outros lugares, ajudar outras pessoas, viver com mais conforto…. e ao mesmo tempo reprimir isso se sentir mal por querer isso e julgar outros que estão falando sobre dinheiro… 
Essa pessoa está presa e em desequilibro. 
Faz sentido?

Enquanto outra pessoa pode ter toda riqueza material e abundância financeira mas sentir falta de contato com outras, contato com a natureza, com o espiritual… essa pessoa não se sente abundante ou rica, e também está presa e em desequilíbrio. 
Percebe?
E talvez você acredite que não consegue, não pode. Mas seu ser maior, sua essência pode e consegue. Lembra disso.

Dinheiro é energia.

Assim como amor, assim como paz.

Nós merecemos ser livres. Merecemos saude, amor, paz, alegria, diversão, compaixão e merecemos liberdade financeira.

O espirito é abundante. 
E abundância é ter o que precisa. Sempre. 
E você já tem, somos abundantes. 
Precisamos nos curar. 
Vamos nos libertar.

-Juli 
Somosincriveis.com

Comentar faz bem :)